Brooklyn Bridge: Passeios Entre o Velho e o Novo.

A Brooklyn Bridge faz parte da história de Nova York. Também é um cartão postal, e quem chega por aqui têm a obrigação de conhecer esse monumento que conecta os dois lados entre o Rio Hudson.

A História da Ponte.

Nos anos de 1800, New York City era simplesmente Manhattan, e o Brooklyn era uma cidade independente, com uma população de aproximadamente 400.000 mil pessoas. Porém com uma característica totalmente rural.

Já Nova York, tinha duas vezes essa população, e uma ponte seria a solução para fazer a conexão entre as duas cidades. Além de levar desenvolvimento para o Brooklyn, e dá acesso mais rápido aos produtos entre as duas cidades. Foi dessa necessidade que nasceu a Brooklyn Bridge.

O acesso da população e de suprimentos sobre o Rio do Leste(Hudson), “por ser este local ao leste” de Manhattan, seria a solução para diminuir o isolamento entre o Brooklyn e Manhattan.

Foi ai que surgiu em 1867, um grupo de empresários bem sucedidos, que juntos formaram uma Companhia. The New York Bridge.  Com o propósito de construir e manter uma ponte sobre o East River(Rio do Leste).

Sobre as regras do acordo, pela cidade do Brooklyn, que seria a mais a se beneficiar com a ponte, foi destinado um montante de $3 milhões de Dólares. Enquanto Nova York destinou apenas 1.5 milhões para a construção da ponte.

Este acordo entre as duas cidades, dava ainda o direito, da Companhia de cobrar pedágio dos pedestres, e de todos os tipos de transportes. A mesma receberia uma percentagem de apenas 15% do montante cobrado, sendo o restante direcionado aos cofres do Brooklyn e Nova York. 

Ela é a primeira e maior ponte do mundo a ser construída. Com uma extensão de 1.834 metros, econstruída em suspensão, e segurada por cabos de aço. Na verdade foi a primeira ponte a ser construída em aço. Suas torres de suporte, já foram as estruturas mais altas de Nova York.

O montante estimado para construir a ponte na época, era de $7 milhões de dólares. No entanto, foram gastos 15.1 milhões, dos quais, $3.8 milhões foram destinados a desapropriações na região onde seria destinado a construção. O restante foi destinado a construção propriamente dita.

Foram anos de trabalho desde a sua concepção até o termino em 1883. Como sempre, Imigrantes que construíram esse país, trabalhavam sem nenhuma condição digna de segurança, na construção da ponte.

Finalmente a Brooklyn Bridge foi inaugurada no dia 23 de maio de 1883. Foram convidados cerca de 14 mil pessoas para o evento. Os quais receberam a ponte do presidente Chester Arthur e do Governador Grover Cleveland. 

Curiosidades da Brooklyn Bridge.

Depois da cerimônia de abertura, qualquer pessoa com centavo poderia cruzar a Brooklyn Bridge. Mas a primeira a cruzá-la foi uma dos mentores do projeto. Emily Roebling cruzou a ponte com um Galo no colo, o qual representava o Símbolo da Vitória. Logo em seguida, a ponte foi aberta para um rebanho de animais, e carruagens carregadas e puxadas por cavalos.

Hoje essa ponte é um símbolo de NYC e de sua história. Ela é só a primeira a ter sido construída para dá acesso entre os cinco condados que formam a cidade de Nova York, na atualidade.

São várias outras pontes na paisagem de NY, porém a Brooklyn Bridge, é sem dúvida um ponto turístico para se visitar quando se está fazendo turismo em NY. Pode-se ter uma visão muito bonita de Manhattan a partir da ponte. Também se deleitar de um final de tarde deslumbrante, com um pôr de sol inigualável.

Quando Visitar

Ela está no lado leste de Nova York. Dependendo de onde esteja hospedado, pode até caminhar até ela. Desde que o tempo esteja bom, aberto, e o sol brilhando. Pode-se visitar a qualquer época do ano, claro. Mas é entre a primavera e o outono que se pode tirar mais proveito e belas fotos de Nova York.

Dê uma caminha para cruzar toda sua extensão, ou mesmo de bicicleta, você escolher a forma. Têm uma área privada para os pedestres bem no meio dela. E acho que a caminhada é o mais interessante.

Também pode incluir no seu passeio, ficar algumas horas no Brooklyn Bridge Parque. Ele foi construído há apenas alguns anos, e já se tornou o point no Brooklyn. 

Sem dúvida, o contraste das velhas construções no Brooklyn e das novas na Ilha de Manhattan, é um dos pontos alto desse passeio.

Por isso, você deve tirar um dia inteiro para explorar todas as opções de passeios, em volta da Ponte do Brooklyn. Comece pele Brooklyn Bridge Parque que está em baixo da ponte. Aqui dá para fazer um picnic, ou simplesmente desfrutar da vista de Nova York.

Passeios na região!

Você pode sentar no Parque e apreciar a vista de Nova York. Talvez se canse disso. Então entra as outras opções de passeios na região. Caminhadas.

Explore o bairro na região da ponte. Isso você pode fazer caminhado, sem precisar se afastar muito da região. É quando você vai ver o contraste na aquitetura dos dois lados dos Rio.

Também pode aproveitar para conhecer a culinária do Brooklyn.

 

Eu não sei qual o seu gosto pela culinária. Mas é possível que no Brooklyn você encontre algo muito exótico e bem diferente do que existe em Manhattan.

Se bater aquela vontade de comer, é melhor se afastar do Parque. Os restaurantes a sua volta, as pessoas fazem filas imensas para bater um rango.

Mas aqui está uma das melhores Pizzas da cidade. Tá disposto a enfrentar essa fila? Boa sorte. Veja o nome do lugar. Number 1 Front Street, na old Fulton Street. Bem embaixo da Brooklyn Bridge.

A Volta

Cansou de caminhar? Pode voltar de metrô. Vá até a estação da Clark Street, pegue linhas 2 ou 3. Outra opção seria a estação da Cort Street Borough Hall. Aqui pegue a linha R. 

A minha última visita a este locau, cheguei de carro. Não recomendo. Não existe estacionamento na rua, e os pagos são muito caros. Alías, bastante caros. Sai fora dessa opção.

Se quiser voltar grátis(nos finais de semana) para Manhattan, pegue o barco na loja da IKEA. A loja oferece o Aqua Taxi. Durante a semana a história é outra.

Aproveitando a deixa, você não pode sair de Nova York sem fazer uma passeio de barco no Rio Hudson. Além dos vários passeio, também existe os barcos de linha entre a ilha e os outros condados. Mas isso fica para outro post.

Sobre o autor: João Lucena

João Lucena foi Guia de Turismo, Agente de Viagens e proprietário de Agência de Viagem no Brasil. Mudou-se para os EUA ainda nos anos 80 e passou a atuar no setor hoteleiro e de restaurantes. Devido a paixão por viagens, dedica algumas horas diárias ao Viajando Online blog, trazendo dicas como; roteiros e destinos, promoções de passagens aéreas, hotéis, vistos de viagem e muito mais.

1 Comment

Sejam bem vindos no Viajando Online Blog, e façam uma boa viagem!