Nova York com o Dólar a R$4.50

Você já deu uma chegadinha numa casa de Câmbio nas últimas 24 horas, e percebeu que a sua viagem para Nova York com o Dólar a R$4.50, inflacionou suas férias em cerca de 49% em relação há 12 meses atrás?

É isso mesmo que está acontecendo na vida dos viajantes que querem embarcar para o exterior.

Mas de quem é a culpa?

Se você voltou  em Dilma Rousseff, a culpa é sua mesma que caiu na conversa dela durante a campanha eleitoral de 2014. Eles, os partidos políticos, e a Presidente da república maquiaram a real situação da economia, e principalmente das contas do governo para ganhar as eleições e, hoje, você que gostaria de passar férias no exterior, está pagando 50% a mais, do que pagaria pela mesma viagem há um ano atrás.

Não estou aqui para falar de política, ou economia, mas não se pode viver sem elas, já que as mesmas influencia em tudo que fazemos na vida.

Brasil ou ExteriorNão estou falando nem mesmo das passagens aéreas, pois estas ainda estão relativamente baratas, pois a companhias aéreas querem esses passageiros que estão sumindo dos balcões de embarque. Portanto, a passagem aérea internacional é o que menos influencia no custo final de uma temporada lá fora.

O que fica mais caro mesmo é a sua estadia de hotel, alimentação, passeios, compras, e todos os demais gastos que vão ocorrer durante o seu tempo no destino internacional.

Nova York com o Dólar R$4.50 ou Cartão de Crédito?

Sem dúvida, que você deve escolher viajar com moeda em vez do cartão de crédito. Este, se torna muito perigoso neste momento para as viagens internacionais. O cartão cobra IOF em cada transação, o que deixa sua fatura muito cara. Além de ser uma arma perigosa para se consumir além do limite, não acha?

Mesmo embarcando para Nova York com o dólar a R$4.50, preço de hoje nas casas de câmbio, escolha comprar a moeda, assim evita fazer extravagâncias no cartão. Assim você sabe exatamente o que pode gastar, quando está pagando com dinheiro.

Se ainda não aportou em Nova York, vale a dica de que é uma das cidades mais caras dos Estados Unidos. Tudo aqui custa muito caro e, com o dólar a R$4.50, você vai mudar de cor na hora de pagar as contas.

Uma outra dica, e essa é apenas para chamar à atenção de que a política brasileira não vai mudar, enquanto esse governo estiver no comando. E porque falo isso?

Porque se você está assustado com o que pode gastar em sua viagem ao exterior, faça agora antes que o cenário mude. Mude pra pior. O dólar poderá alcançar até R$7.50 nos próximos meses.

Isso não é uma previsão minha, que apesar de ter estudado economia, não atuo na área. Mas leio bastante e diariamente. Alguns economistas estão prevendo esse cenário para os próximos meses. Alias, se isso acontecer, as primeiras baixas serão nas nossas companhias aéreas. As principais, Tam e Gol sairão de cena, pois não darão conta de seguir no mercado devido o preço do querosene, baseado em dólar.

Deu pra perceber que a sua viagem para Nova York com o dólar a R$4.50, hoje, ainda pode está sendo uma pexinxa? E se o cenário acima se confirmar num futuro próximo? Esqueça a possibilidade de viajar no futuro. A não ser para quem dinheiro não é problema. Como a maioria das pessoas fazem uma poupança para viajar ao exterior.

Hospedagem

Para baratear um pouco o custo de sua viagem, procurar hotéis em regiões onde o fluxo de turista seja mais baixo. Isso costuma influenciar no preço das hospedagens. Em Grandes cidades como Nova York, ficar na periferia(não é igual as periferias das cidades brasileira) é sempre mais em conta.

“E vale lembrar que periferia nas cidades americanas, é pra quem têm padrão de vida mais elevado”.

A minha dica são os hotéis da rede Booking. Sempre uso essa ferramenta para minha reservas pessoais, e gosto de indicar para os meus leitores, por ser possível encontrar disponibilidade de quartos em todo o mundo e a preços mais baixos do que outras ferramentas.

Se você ainda considerar viajar para Nova York com o Dólar a R$4.50, qual seria a sua estratégia.

Sejam bem vindos no Viajando Online Blog, e façam uma boa viagem!