Viagens Internacionais: Fique Sabendo das Mudanças da Receita!

Têm muitas boas, e más notícias para os viajantes internacionais. Falemos das más notícias primeiro, pois elas irão afetar o seu retorno ao Brasil.

A Receita Federal está implementando algumas mudanças de olho no que você viajante, trás na mala, quando de retorno de suas viagens internacionais. O brasileiro está cada vez gastando mais lá fora, isso chamou à atenção do governo, que agora quer morder o imposto, daqueles que compram além da cota. $500 dólares para quem chega de avião, $300 dólares para quem chega por terra, é o limite máximo, além disso, você é obrigado a pagar imposto. O Governo sabe que ninguém respeita essa cota, por isso está encontrando uma formula para pegar os espertinho.

A Folha informou hoje que a coisa vai funcionar mais ou mesmo assim, as companhias aéreas terão de informar à Receita o número de bagagens despachadas por cada passageiro, além do nome do passageiro. Essas informações serão cruzadas com os dados que a Receita já têm, a partir do seu passaporte e, ao retornar ao Brasil, um aparelho irá identifica-lo(reconhecimento facial), com você andando no desembarque, sem ser necessário a intervenção.

Se constatado que você trás artigos além dos $500 permitidos, terá de pagar o imposto correspondente. Mas ainda não foi determinada uma data para o sistema entrar em operação, pois ainda falta o acordo com as companhias aéreas.

As boas notícias são, que você vai poder declarar os itens em sua mala, mesmo antes de sair do Brasil. Isso facilitará o seu retorno. Isso já é feito, mas agora você poderá declarar o que vai comprar lá fora.

A outra boa notícia, é que existe um Projeto de Lei, já aprovado no Senado, e que espera pela aprovação da Câmara dos Deputados, que aumento as compras no Free Shop de $500 para $1200 dólares. Essa Lei deve entrar em operação ainda em 2013.

Essas mudanças afetam diretamente o seu bolso, pois o governo está mesmo de olho na arrecadação fiscal. As viagens internacionais estão ficando cada vez mais caras para os brasileiros, e mesmo assim eles continuam comprando muito lá fora. Foi ai que o governo abriu o olho e agora quer uma fatia dessa grana.

A sua cota de produtos, quando em viagens internacionais, têm mudado bastante no decorrer dos últimos anos. Ela evoluiu, mas mesmo assim é muito difícil enterder o que paga imposto e o que não paga imposto. Para saber mais, dê uma pesquisada na página da Receita e leia também esse artigo do Viajando Online Blog, de abril de 2012.

O mais importante agora é você ficar de olho nas mudanças da Receita Federal. Somente até 30 de novembro do corrente ano, os passageiros vão poder fazer a declaração de importados em papel. A partir deste data, somente na internet. A outra dica é que você já poderá declarar, mesmo antes de sair do Brasil para à sua viagem.

Fique de olho, pois a sonegação será punida.

 

Sejam bem vindos no Viajando Online Blog, e façam uma boa viagem!