Como Fica as Viagens ao Exterior com a Alta do Dólar??

A alta do dólar das últimas semana já começa a afetar o bolso dos viajantes que planejaram seus passeios no exterior para as férias de julho. O fato é que o brasileiro está acostumado com esse câmbio baixo e de repente foi pego de surpresa pelas mais recentes mudanças de postura na economia mundial. A Europa sofre com os problemas econômicos na Espanha, Portugal, Itália e principalmente Grécia, que aliás parece não encontrar terra firma no fundo do poço em que o país se meteu. Todas essas oscilações nas economias lá fora aliada aos esforços que o governo brasileiro vem fazendo para valorizar o Real, finalmente começa a ecoar e o Real parece ter encontrado o caminho para beneficiar os exportadores nacional.

                                             

Mas o nosso assunto é em referência a oscilação para cima do dólar e os seus efeitos para quem vai viajar para o exterior. Se esse for o seu caso, talvez você queira se prevenir e comprar a moeda o quanto antes, pois ela deverá continuar subindo devido a política do Governo Federal que não está nada preocupado com a sua viagem internacional. O fato é que devido a política de juros baixos, a tendência é que os investidores internacionais tire os seus investimentos do Brasil causando uma ausência maior da moeda americano no mercado brasileiro. Mas o fato é que vários são os fatores que estão causando esse aumento.

Deixando os pros e contras de lado. vamos ao que interessa. Para a sua viagem ao exterior não ficar muito cara, a melhor coisa a fazer é se programar comprando a moeda americana gradualmente e de acordo com o seu poder de fogo. Para isso adquira um Cartão de Crédito pré-pago e coloque um pouco de dólar todos os meses nesta conta. Desta forma quando chegar a data da viagem o impacto no seu bolso não será sentido. Além do mais, o IOF nestes cartões é de apenas 0.38%, enquanto que nos cartões normais ele é de 6.38%. Esqueça essa mania que todos tem de fazer a comparação Dólar-Real. Ao adquirir a moeda estrangeira, é ela que vai usar no seu destino. No final o seu investimento será bem sucedido.

Já as passagens aéreas provavelmente serão as menos afetadas, pois a tendência é que com o aumento do dólar, a procura tenha uma redução. Ocorrendo este movimento, as companhias aéreas geralmente baixam os preços em dólar e o passageiro acaba se beneficiando, pois o preço em Real termina ficando equiparado ao que era antes.

A minha dica para os Hotéis é fazer um reserva pelo menos 3 meses antes da viagem. Segundo o Guru Ricardo Freire do Viaje na Viagem, se você tiver sangue frio, e se esperar até a última hora também pode conseguir ótimas promoções mas em contra-partida, se o destino estiver aquecido naquela data, vai pagar mais caro. Mas é uma aposta que as vezes funciona e aqui também vale a sua experiência e também o seu conhecimento do destino.

Como viajante e Agente de Viagem já vi essa situação acontecer inúmeras vezes e vi também que o impacto psicológico é sempre o maior, mas logo todos se acostumam. Se voltarmos o tempo há 9 anos atrás, ainda no Governo de Fernando Henrique Cardoso, o Dólar beirava os R$ 4.00, no entanto de lá pra cá ele caiu bastante, chegando a mínima de R$1.55 em julho de 2011. No entanto, neste últimos 12 meses as altas vem acontecendo e provavelmente para ficar. Isso quer dizer que é melhor se acostumar rápido com o novo câmbio, se tem viagem programada para os próximos meses. Hoje com ele na casa dos 2 reais, ainda vale aquela dica de se programar, comprando um pouquinho a cada mês.

Se colocar na ponta do lápis, a viagem de uma família de quatro pessoas com o novo câmbio, assusta nos primeiros cálculos. Não esqueça também que o efeito é maior no destino. Se você for fazer uma viagem longa, talvez escolher mais caminhar do que pegar um taxi, andar de ônibus e trem em vez de alugar carro,  diminuir a idas em restaurantes e, comer mesmo em Botecos, é uma forma de economizar. As compras também ficaram mais caras fazendo com que as malas fiquem menores. Em fim, pelo menos por enquanto, o seu roteiro no exterior será afetado com o Real perdendo força diante do Dólar.

Sejam bem vindos no Viajando Online Blog, e façam uma boa viagem!