O Namoro da Azul e Trip Chega ao Casamento.

Nesta segunda-feira será anunciado a fusão de duas das maiores companhias aéreas do Brasil. O namoro entre a Azul e Trip chega ao Casamento e os passageiros irão contar com uma nova empresa aérea regional. Tanto a Azul como a Trip, usam os mesmo equipamentos da Embrear, o que de certa forma facilitou a fusão das duas, aliado ao sonho da Azul de construir uma malha de voos regionais maior, pois seu crescimento no mercado de aviação têm sido barrado pela força que tem as empresas TAM e Gol, com pouco mais de 70% do mercado da aviação civil.

                                           

A Trip Linhas Aéreas é a maior companhia regional da América do Sul e a Azul Linhas Aéreas é a terceira companhia aérea brasileira. A partir deste junção, a nova empresa irá ter uma participação de 14% no mercado de passagens. E, segundo a revista Veja noticiou, o nome Trip deverá deixar de existir e a sua sede também deverá mudar para Baruerí no interior de São Paulo e onde já existe a sede da Azul.

A TAM continua sendo a maior companhia aérea brasileiro com 39.42% do mercado, segundo dados recentes. Em segundo lugar está a Gol Linhas Aéreas com 34.30%. Agora com esta fusão, a Azul e a Trip, irão ter uma participação um pouco maior no mercado de viagens, porém ainda muito distante das duas líderes TAM e Gol.

O que pode esperar o passageiro regional a partir desta fusão, já que a concorrência será diminuída, pode haver a possibilidade de aumento dos preços das passagens? isso é o mais provável que aconteça. Quando não há concorrência, as empresas costumam ditar os preços de suas mercadorias e serviços. Já que atualmente os preços das passagens estão nas alturas, ninguém está disposto a ter de gastar ainda mais com este serviço. Vamos esperar para ver.

O site de promoção de passagens Melhores Destinos publicou que a nova empresa terá aproximadamente 100 destinos, já que a Azul voa para 50 destinos e a Trip voa para 88 destinos e tem uma frota de 58 aeronáveis enquanto a frota da Azul é de 53 aviões. O importante é que uma nova empresa se forma, mas isso não quer dizer que é bom para os passageiros. Só tempo dirá.

E você que viaja, o que acha desta nova fusão entre duas empresas aéreas brasileira, irá beneficiar ao viajante de alguma maneira, na sua opinião. Deixe o seu comentário na caixa logo abaixo deste post.

Sejam bem vindos no Viajando Online Blog, e façam uma boa viagem!