Turismólogo.

O termo Turismólogo surgiu no início dos anos 70, com o intuito de normatizar uma categoria de profissionais da área de turismo que não possuem reconhecimento pelo mercado. Neste novo contexto, surge o turismo como um novo curso valorizando o pensar turístico e sua possibilidades. A partir da criação do termo, novos curso foram criados nas universidades brasileiras para forma profissionais competentes dentro do mercado de trabalho. Esta definição está na enciclopédia Wikipédia

 

O Diário Oficial da União publicou no dia 19 de janeiro de 2012 que a Presidenta Dilma Russeff sancionou a Lei 12.591 que reconhece o profissional de Turismólogo, o qual o próprio Diário o classifica como sendo o profissional de nível superior que conhece, analisa e estuda o turismo em sua totalidade. Desta forma me parece um tanto confuso os vetos que a Presidenta Dilma fez em artigos que previam exigências de Diploma de curso superior e registro em órgãos que poderá ser criados após a regulamentação.

 

Atuando no setor de Turismo desde 1982, ou seja quase trinta anos. Na época ainda estudante de economia em Fortaleza Ceará. Já tendo atuado como Guia de Turismo, Agente de Viagens e tendo também trabalhado no setor Hoteleiro, confesso que jamais escutei alguém ser chamado de Turismólogo. Só nos últimos anos esse termo me parece ter se tornado mais conhecido entre os profissionais da área. Confesso também que fiquei meio que surpreso com o sancionamento desta lei. Mas ela veio e para uma causa justa, já que este profissional na verdade não tem profissão legalizada. Acontece que com os vetos da Presidenta a lei vai dar muito o que falar. Considerando aqueles que fizeram o curso de turismo e por certo estão desapontados. Mas como no meu caso que não tenho curso superior em Turismo, existe uma grande quantidade de profissionai na mesma situação e eles não podem ser esquecidos. Partindo deste princípio, o veto faz sentido.

O turismo é um setor de muita relevância para a economia brasileira. Tem sido nas últimas décadas e a tendência é crescer cada vez mais. É um país onde as atrações estão de Norte a Sul e de Leste a Oeste. O que precisamos ver é o incentivo a esse profissional Turismólogo, para que eles desenvolva políticas de Turismo a nível Federal , Estadual e Municipal e nos 27 Estados da Federal. De nada adiante uma lei sem a sua regulamentação, da mesma forma, de nada adiante querer que o turismo cresça no Brasil sem as melhorias dos serviços essenciais para receber os visitantes, especialmente se eles são estrangeiros. Para isso há que existir investimentos adequados no setor.Temos um país repleto de atrativos mas ainda falta muito para que o turismo tenha destaque no setor produtivo do país, apesar dos números positivos. Exemplo disso, podemos comparar New York City que em 2011 recebeu 50.5 milhões de turistas. Deste total, mais da metade de estrangeiros. E o Brasil quantos turistas recebeu no mesmo ano?

O Brasil como destino de viagens poderá vir a ser um celeiro, o qual já é como mercado emissor. Cada vez mais o brasileiro viaja para o exterior. A razão deste movimento é a economia que tem crescido a passos largos na última década. Esse turista também está ávido por gastar mas também procura por segurança em suas viagens. Coisa que não existe no Brasil. Mas o turista brasileiro é muito bem recebido lá fora. A ponto de ser notícias em jornais americanos e Europeus, por hoje o turista que mais gasta em suas viagens internacionais. Resumindo, o Turismólogo ou profissional de Turismo no Brasil tem um muito promissor no mercado de trabalho. Haja visto todos esse pontos positivos a seu favor. O mercado de viagens cresce bastante no Brasil hoje, seja ele emissor ou receptor. Mas melhorias devem ser feitas nas infra-estruturas deste país para que possamos ter um crescimento contante.

 

Voltando ao tema Turismólogo, foi dado o primeiro passo com a aprovação da Lei 12.591. Mas isso não é tudo no que se refere a regulamentação da profissão. Se a classe destes profissionais não se empenhar junto as autoridades para forçar essa regulamentação o quanto antes, pode ser que nos próximos 40 anos isso não aconteça. Sabemos como as coisas funcionam no Brasil. Portanto é hora de unirmos forças e exigir essa regulamentação.

E você acha que já tem um caminho a seguir como profissional a partir do sancionamento desta Lei, ou acha que nada mudará nos próximos anos? Vai trabalhar para ver a regulamentação como profissão? Participe der a sua opinião e una forças a outros para que a coisa aconteça.

Sejam bem vindos no Viajando Online Blog, e façam uma boa viagem!