Como Escolher uma Agência de Intercâmbio?

Não passe sufoco: Dicas para escolher a melhor agência de intercâmbio

Você precisa confiar na empresa selecionada. Isso vai garantir que a sua experiência como intercambista supere as suas expectativas

Você decidiu realizar um intercâmbio e agora está em busca de uma agência para auxiliar com os trâmites? É preciso escolher a melhor para que a sua experiência seja 100% positiva e inesquecível.

Embora ser intercambista seja um processo muito prazeroso, se você não contar com a agência ideal, você pode ter problemas antes mesmo de sair do Brasil.

Acompanhe as dicas essenciais para evitar prejuízos e garantir que o seu intercâmbio seja como você sempre sonhou:

Procure uma agência especializada

Programas de intercâmbio também são oferecidos por agências de viagens, escolas de idiomas e outros tipos de empresas. Porém, elas não são especialistas nesse serviço e nem sempre estão prontas para cuidar da sua viagem como você merece.

O ideal é procurar por agências que realizam exclusivamente intercâmbio. Sendo esse o principal negócio da empresa, há muito mais chances de ela estar preparada para ajudar a realizar o seu sonho fornecendo informações sobre tipos de programas, escolas, moradia, duração, custos, exames e certificações.

Também é importante que a agência tenha experiência com o tipo de intercâmbio que você deseja fazer – como High School, cursos de idiomas, estágios, etc.

Procure referências

Jamais assine um contrato com uma agência de primeira. Você deve pesquisar as suas referências para ter certeza que não está entrando em uma furada.

Em suas pesquisas, peça para a agência passar o contato de outros clientes (atuais ou antigos) que possam compartilhar com você a experiência de realizar o processo de intercâmbio com a empresa.

Em paralelo, busque na internet os comentários e reclamações sobre a empresa. Redes sociais e sites como o Reclame Aqui são perfeitos para isso, pois você pode ter acesso à resposta das agências e entender como ela lida com os intercambistas.

É claro que podem haver alguns empecilhos no caminho, mas a experiência como um todo não pode ter se tornado uma grande dificuldade para o intercambista fazer a sua viagem.

Faça também uma pesquisa em órgãos oficiais, como Receita Federal e Procon, utilizando o CNPJ, CEP ou razão social da agência para conferir a idoneidade. Empresas que não têm registros, que estão inativas ou que enfrentam processos judiciais não são boas escolhas.

Compare

Para encontrar a melhor oportunidade e o melhor custo, você vai precisar fazer muita pesquisa e muita comparação entre as empresas que oferecem programas de intercâmbio.

A dica é começar a pesquisa com pelo menos um ano antes da data que você pretende viajar para ter bastante tempo para fazer as comparações entre agências, programas e custos ao invés de fechar o contrato por puro desespero ou pressa.

De forma geral, os programas de intercâmbios são muito parecidos, pois a maioria é regulamentada pelos governos dos países de destino.

O que realmente pode mudar de uma agência para a outra são os custos, as condições de pagamento, a oferta de moradia, as instituições ou empresas parceiras no exterior, o suporte oferecido e o atendimento prestado pelos agentes.

Prefira as que oferecem suporte

Pode parecer um detalhe, mas se no meio do intercâmbio você passar por uma situação complicada e precisar de auxílio, o suporte local da agência pode ser a sua salvação!

Portanto, priorize as agências que contam com uma equipe no seu destino para, por exemplo, ajudar a regularizar algum documento, a encontrar uma moradia ou a melhorar a sua relação com o seu anfitrião, professor ou chefe.

Se a empresa tiver uma ferramenta online, um app ou um telefone para resolver as pendências, melhor ainda! Isso vai facilitar a sua vida no exterior.

Fique satisfeito

Um intercâmbio é uma experiência muito positiva, e assim deve ser desde quando você está planejando tudo com a agência.

Se você não se sentir satisfeito com a empresa contratada, você não se sentirá seguro para seguir com a burocracia e ficará desconfortável durante toda a sua viagem. Portanto, sempre avalie a sua satisfação.

Caso não esteja contente com algo, reveja e contrato e busque pela cláusula de cancelamento. É melhor recomeçar o processo do que ficar insatisfeito antes mesmo de partir para um intercâmbio EUA, Austrália, Irlanda ou onde for!

Sobre o autor: João Lucena

João Lucena foi Guia de Turismo, Agente de Viagens e proprietário de Agência de Viagem no Brasil. Mudou-se para os EUA ainda nos anos 80 e passou a atuar no setor hoteleiro e de restaurantes. Devido a paixão por viagens, dedica algumas horas diárias ao Viajando Online blog, trazendo dicas como; roteiros e destinos, promoções de passagens aéreas, hotéis, vistos de viagem e muito mais.

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.