Vale a Pena Viver Ilegal no Canadá?

 Viver em um país considerado desenvolvido, com salários mais altos, é uma possibilidade de ascensão social para muitas pessoas. Por isso, países como o Canadá atraem imigrantes, muitos deles ilegais. Mas, será que viver ilegal no Canadá vale a pena?

Como a vida no exterior parece ser cheia de glamour, muitas pessoas acabam se arriscando. Porém, o Canadá é bem diferente de outros países nesse quesito, como os Estados Unidos. Em território americano, mesmo correndo riscos, o imigrante ilegal ainda tem algumas possibilidades.

Viver em um outro país de forma ilegal pode esconder uma dura realidade.

Os planos são, na maioria das vezes, parecidos: consegue-se um visto de turista, que tem um prazo de validade. Expirado esse prazo, o imigrante segue no país, e passa a trabalhar e viver uma vida na ilegalidade.

A partir de agora, você verá que não é necessário passar por tudo isso para ter uma vida digna no Canadá, porque graças aos programas governamentais, é possível viver e trabalhar no país. Sem riscos e insegurança.

Saberá também que um estrangeiro se aventura ilegalmente no Canadá por falta de informação e acerca do que é oferecido aos cidadãos de outros países, e terá mais detalhes sobre isso. Também conhecerá como é a vida de um imigrante ilegal no país e terá a pergunta-título respondida: viver no Canadá ilegalmente realmente vale a pena?

Um imigrante ilegal no Canadá

Mesmo na ilegalidade, como já mencionado, uma pessoa ainda consegue viver nos Estados Unidos, muitas vezes durante anos. No Canadá, o cenário é outro. O imigrante tem todos os direitos, como saúde e educação públicas, conta bancária e programas do governo apenas em situação legal.

Logo, caso o visto esteja fora de seu prazo de validade, ele deixa de ser um cidadão para se tornar invisível aos olhos do governo. Nada é concedido.

Algumas atividades profissionais ainda são possíveis, como as ofertadas em casas de família, construção civil e em bares, no atendimento. É uma vida muito restrita, em todos os sentidos.

Além disso, os salários são bem menores do que os oferecidos aos canadenses e imigrantes legais.

A falta de informação e de requisitos para um programa legal de imigração são as principais razões pelas quais uma pessoa ainda procura estar ilegalmente no Canadá.

O que leva o brasileiro a viver ilegal no Canadá?

O sonho dos imigrantes ilegais é, geralmente, bem semelhante: ficar alguns meses, juntar dinheiro e retornar. Porém, não é necessário viver uma vida cheia de privações, correndo o risco de se descoberto e deportado.

O governo canadense oferece programas especiais, com objetivo de buscar mão de obra qualificada. O país tem quase 10 milhões de km² de área (mais de 10% maior do que a do Brasil) e apenas 35 milhões de habitantes (menos de 20% que o número brasileiro). Isso quer dizer que há oportunidades.

Programas como o Express Entry visam dar oportunidades para pessoas que querem emigrar, mas um dos requisitos é uma comprovação de renda para o período inicial no país, por exemplo. Também é exigida uma fluência mínima em inglês (ou francês, para Quebec). Isso já elimina muitas pessoas do processo de seleção.

Um outro fator que dificulta é o fato de o Canadá ter mais oportunidades para profissionais qualificados, justamente o tipo de mão de obra que as empresas do país tanto precisam.

Por isso, a imigração ilegal ainda é uma realidade no país.

Ir ao Canadá como turista é uma possibilidade e pode fazer parte dos planos de quem quer viver no país, mas não pode ser a porta de entrada definitiva. A vantagem de estar em território canadense é verificar in loco como é a vida no país, seus prós e contras, e as verdadeiras possibilidades.

Em seguida, já com a ideia amadurecida, é hora de pensar com carinho em uma permanência maior em território canadense. Afinal, com planejamento o sonho se torna bem mais possível. Mesmo porque todos os requisitos são atingíveis.

Agora, veja a resposta para a pergunta que dá título a esse artigo:

Afinal, viver ilegal no Canadá vale mesmo a pena?

Apenas imigrantes legais têm direitos básicos de cidadão. O governo do país tem mais de 50 programas de imigração atualmente.

Como você viu, um imigrante ilegal não tem direitos no país. É como se não existisse. Viver dessa maneira, sem direitos, pode ser uma experiência muito desagradável e traumatizante.

Se você pretende viver e trabalhar no Canadá, faça planos. Concentre suas energias em fazer o possível para viver legalmente, e não o contrário.

Em comparação com outros países, como os Estados Unidos, o Canadá oferece muitas possibilidades e, mesmo que você ainda não preencha os requisitos do programa escolhido, tenha isso como objetivo, ainda que seus planos sejam adiados por um tempo.

Viver ilegal no Canadá é ter a sensação constante de poder ser flagrado a qualquer momento e, consequentemente, ser deportado, vendo tudo ser destruído de uma hora para outra.

Logo, não é uma experiência das melhores. E aqui vai a resposta: não, não vale a pena viver ilegalmente no Canadá.

O governo canadense oferece mais de 50 programas de imigração. Obter informações sobre cada um deles é fundamental, pois um deles pode estar diretamente relacionado ao seu perfil e objetivos.

Os programas são individuais, para casais ou famílias completas. Não há restrição para acompanhantes, desde que toda a documentação esteja em ordem.

Há programas exclusivos para quem quer trabalhar ou empreender. Isso sem contar as iniciativas regionais, oferecidas por cada província.

Se você tem planos de viver no Canadá, leia outros artigos do site, onde poderá ver como é vida no país e como funcionam os programas de imigração e a emissão de visto. Saiba o passo a passo para viver no país de forma legal, com reais possibilidades de ter uma experiência bem-sucedida.

Enquanto você se prepara, visite sempre o site e acesse conteúdo novo e atualizado.

Aproveite para deixar seu comentário sobre sua experiência ou expectativa em viver ilegal no Canadá.

Sobre o autor: João Lucena

João Lucena foi Guia de Turismo, Agente de Viagens e proprietário de Agência de Viagem no Brasil. Mudou-se para os EUA ainda nos anos 80 e passou a atuar no setor hoteleiro e de restaurantes. Devido a paixão por viagens, dedica algumas horas diárias ao Viajando Online blog, trazendo dicas como; roteiros e destinos, promoções de passagens aéreas, hotéis, vistos de viagem e muito mais.

Deixe o seu comentário